Quais os riscos do Long & Short?

 

Se você é nosso leitor frequente, já deve saber que qualquer investimento tem riscos, e que a gestão desse risco é muito importante. E operar vendido e comprado traz um certo grau de incerteza para o investidor.

Para a realização do Long & Short, assim como em qualquer operação alavancada que se realiza no mercado, a bolsa brasileira (B3), exige do investidor o depósito de garantias para realização da operação. Isso ocorre por conta do aluguel de ativos da posição vendida (short), pois tal é uma venda a descoberto, ou seja, o vendedor não possui tais papéis, e os aluga do Banco de Títulos. Essa garantia pode ser dada em dinheiro ou em ativos que o investidor já possua. De um modo geral são aceitos:

-Títulos Públicos;

-CDB;

-Ações;

-Saldo em conta da corretora;

Mas para se certificar disso, vale uma consulta no site da Bovespa, pois cada ativo possui o seu devido intervalo de margem requerido pela Bolsa. Visto isso, uma gestão de risco é necessária, já que vale ressaltar que nos casos em que a operação montada vá na contramão da posição do investidor, ou seja, quando a ponta vendida (short) performar melhor que aponta comprada (long), o resultado será prejuízo. E caso o investidor deseje se manter na posição poderá ser necessário utilizar mais garantias, aumentando o risco.

No entanto, com relação a esse risco, há recursos para minimizá-los:

Diversificação;

Uso do Stop Loss;

Usando a diversificação para adequar o quanto do seu patrimônio estará em jogo e fazendo uso do Stop Loss, que a grosso modo é uma ferramenta que impede perdas maiores que as suportadas, você define o quanto se está disposto a perder em cada operação, limitando a perda. Isso faz com que se diminua muito o risco desse tipo de operação.

Portanto, é fundamental conhecimento sobre a operação e os custos associados.

Os custos da operação de Long & Short são:

Corretagem pela compra e venda dos ativos;

Emolumentos da bolsa pela compra e venda dos ativos;

Aluguel da ação na ponta vendida;

Como já foi dito aqui, há também a necessidade de margem de garantia. Porém isso não configura custo de operação já que é devolvido no fim da operação.

Com uma boa gestão de risco e diversificação, o Long & Short é uma ótima alternativa para quem busca ganhos no mercado de renda variável independente do viés de mercado. Sempre recomendamos que você também busque uma assessoria especializada e nós da Strike Investimentos, estamos aqui para isso. Seja bem vindo(a) a esse novo mundo.

Um abraço

Time Strike

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.